Educação Infantil: a escola como um grande laboratório de construção de conhecimento

Educação Infantil: a escola como um grande laboratório de construção de conhecimento

Educação Infantil: a escola como um grande laboratório de construção de conhecimento

Sabemos que toda criança é curiosa e explora sistematicamente o seu entorno, formulando e comprovando hipóteses sobre ele, construindo, assim, o conhecimento chamado de intuitivo ou cotidiano. No ambiente escolar, as crianças dão continuidade a essa ciência intuitiva e, a partir de propostas reflexivas, constroem o conhecimento científico.

E como ocorre essa transição do conhecimento cotidiano ao científico?

A crianças são cientistas, mas elas não sabem que possuem essa habilidade. Uma criança de 3 anos, por exemplo, enquanto está na hora do banho em sua banheira, brinca de afundar os objetos ou brinquedos, enche potes e transfere a água para outros recipientes. Em outro ambiente, encontramos a irmã de 5 anos brincando com os objetos no espaço: constrói rampas com as caixas de sapatos descartadas pela sua mãe. Nessas duas situações, as crianças têm um problema a resolver e buscam as informações do cotidiano para resolvê-lo, mas, provavelmente, não sabem explicar o porquê dos fenômenos e efeitos que ocorreram nessas brincadeiras.

Aqui no Colégio, proporcionamos espaços-territórios de aprendizagens que possibilitam o exercício de explorar, de questionar, de descobrir e de pensar. É o processo reflexivo que transforma o conhecimento cotidiano em conhecimento científico. Por isso, a atuação dos professores é fundamental. São eles que problematizam as situações vivenciadas pelas crianças, formulando perguntas que as levam a pensar sobre os fenômenos e processos ocorridos.

Semanalmente, as crianças da Educação Infantil  participam das aulas de IPC (Introdução ao Pensamento Científico), um projeto criado pela equipe pedagógica do Colégio Luce Prima. Nessas aulas, as crianças exploram os contextos que são  preparados pelos professores com o objetivo de criar situações-problema. Fazendo perguntas e estimulando as crianças a se aprofundarem em seu conhecimento intuitivo, primeiramente agindo e observando, depois, refletindo sobre como as coisas acontecem, para,  então, poder compreender o porquê dos fenômenos vivenciados,  os professores atuam para que meninos e meninas transformem o conhecimento cotidiano em  conhecimento científico.

Queremos crianças pensantes, isto é, que saibam buscar, examinar, surpreender e também equivocar-se e se dar conta disso, mas sobretudo que busquem a resposta a perguntas de seu interesse, mostrando-se dispostos a assumirem riscos e a serem protagonistas no processo de aprendizagem.

Na Mostra Cultural deste ano, apresentaremos alguns percursos de pesquisas e aprendizagens vivenciadas nos territórios e nas aulas de IPC, além de propostas em que recursos tecnológicos e conceitos científicos foram utilizados na produção artística. Aguardamos vocês.

Gisele Aquino Mendes é Pedagoga, Especialista em Educação Infantil e Coordenadora da Educação Infantil e Ensino Fundamental I no Colégio Luce Prima.

Mostra Cultural 2019

Artes e Ciências: A Escola como um grande laboratório de conhecimento

Data: 14 de setembro, sábado

Horário: Das 9h às 13h

Local: Colégio Luce Prima

Entrada Gratuita

Luce Prima

Luce Prima

Sem descrição. Por favor, atualize seu perfil

DEIXE UM COMENTÁRIO

Encontre-nos

     

    Rua José Augusto dos Santos, 145 – Floradas São José (Jd. Satélite) São José dos Campos – São Paulo

Entre em contato

    (12) 3939-2347
    (12) 3931-2690

    secretaria@luceprima.com.br